Fundação Mário Soares      Associação Movimento Cívico Não Apaguem a Memória! – NAM Instituto de História Contemporânea
voltar ao início

Iniciativas/Debates

No âmbito da exposição A Voz das Vítimas, serão organizadas todas as 5.ªs feiras (salvo entre 8 de Julho e 31 de Agosto) iniciativas/debates sobre temas desenvolvidos na exposição. Esses debates decorrerão na Sala Multimédia, às 18.00 horas.

5ª feira, 22 de Dezembro de 2011

Intervenções e Debate sobre a exposição A Voz das Vítimas, actuação do Coro da Achada (Centro Mário Dionísio)


Iniciativas passadas

21 de Abril de 2011

História Patrimonial por Clementino Amaro


28 de Abril de 2011

PVDE/PIDE/DGS por Irene Pimentel


5 de Maio de 2011

Métodos e organização da PIDE/DGS por Alfredo Caldeira


12 de Maio de 2011

A PIDE/DGS e as Colónias por Dalila Mateus


19 de Maio de 2011

Prisões políticas por João Madeira


26 de Maio de 2011

A Tortura por Afonso de Albuquerque


2 de Junho de 2011

As Fugas por Domingos Abrantes


9 de Junho de 2011

Estado Novo e Repressão por Fernando Rosas


16 de Junho de 2011

Tribunais Políticos por Luís Farinha


30 de Junho de 2011

A Defesa nos Tribunais Políticos por José Augusto Rocha


7 de Julho de 2011

A Resistência - da queda da República ao 25 de Abril por Manuel Loff


consulte o folheto

15 de Setembro de 2011

As Mulheres e a Resistência por Paula Godinho



22 de Setembro de 2011

Exílios e Resistência por Susana Martins


15 de Dezembro de 2011

Do Teatro Romano ao Aljube

Debate com a participação doa arqueólogos Lídia Fernandes (Museu do Teatro Romano) e Clementino Amaro (coordenador dos trabalhos arqeológicos do Aljube).


17 de Dezembro de 2011

Projecção do documentário O Silêncio

António Loja Neves e José Manuel Alves.


21 de Dezembro de 2011

Luta Armada no Marcelismo

Debate com a participação de Fernando Pereira Marques (dirigente da LUAR - Liga de União e de Acção Revolucionária), Carlos Antunes (dirigente das BR - Brigadas Revolucionárias) e Raimundo Narciso (dirigente da ARA - Acção Revolucionária Armada).


O 5 de Outubro no Aljube

Numa parceria estabelecida com a Fundação José Saramago, celebrou-se o 5 de Outubro e o prolongamento da exposição A Voz das Vítimas até dia 31 de Dezembro de 2011 com a leitura de excertos do livro "Levantado do Chão", de José Saramago.

A interpretação da actriz Rita Durão contou com uma plateia de cerca de 70 pessoas, entre as quais Francisco Motta Veiga, Director Municipal de Cultura, Pilar del Río, presidente da Fundação José Saramago, Violante Saramago Matos, filha de José Saramago, entre outros familiares e amigos do escritor.


Veja alguns segundos da Leitura, captados pelo Canal Q.

Dia Internacional dos Museus no Aljube

Associando-se às comemorações do Dia Internacional dos Museus - este ano dedicado precisamente a Museus & Memória - a exposição A Voz das Vítimas organizou, dia 17 de Maio, uma longa visita guiada e um debate sobre esta intervenção museológica e o futuro aproveitamento do edifício, com a participação de Catarina Vaz Pinto, Vereadora da CML, Raquel Henriques da Silva, Prof. de História de Arte FCSH da UNL / CNCCR, Henrique Cayatte, designer, Alfredo Caldeira, Fundação Mário Soares, e Artur Pinto, ex-preso político / NAM.

Próximas Iniciativas da exposição A Voz das Vítimas:

Filmes passados

14 de Maio de 2011

Cousso de Resistentes, de Jacinto Godinho


21 de Maio de 2011

Quem é Ricardo?, de José Barahona


Sábado, dia 4 de Junho de 2011 (15 horas)

Há setenta anos, o Tarrafal - Os últimos sobreviventes, de Fernanda Paraíso (com a presença da realizadora)


Sábado, dia 18 de Junho de 2011 (15 horas)

Tarrafal, Memórias do Campo da Morte Lenta, de Diana Andringa (com a presença da realizadora)


Sábado, dia 2 de Julho de 2011 (15 horas)

Processo-Crime 141/53 - Enfermeiras no Estado Novo, de Susana Sousa Dias


10 de Setembro de 2011

Cousso de Resistentes, de Jacinto Godinho


17 de Setembro de 2011

Há setenta anos, o Tarrafal - Os últimos sobreviventes, de Fernanda Paraíso


24 de Setembro de 2011

Tarrafal, Memórias do Campo da Morte Lenta, de Diana Andringa


1 de Outubro de 2011

Processo-Crime 141/53 - Enfermeiras no Estado Novo, de Susana Sousa Dias

Inauguração

A inauguração da exposição A Voz das Vítimas teve lugar na 5.ª feira, dia 14 de Abril, às 18.00 horas, na antiga Cadeia do Aljube. Organizada pelo Movimento Cívico Não Apaguem a Memória!, pelo Instituto de História Contemporânea da FCSH da UNL e pela Fundação Mário Soares, em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa, esta exposição pretende constituir uma afirmação de cidadania na preservação da nossa memória histórica.

RTP
Vídeo Promocional


avozdasvitimas@gmail.com
Apoios: Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República Câmara Municipal de Lisboa        Ministério da Cultura Grupo Mota-Engil
Parcerias: RTP Direcção-Geral de Arquivos